segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Em Mim

Se pudesse voltar e abrir a porta, diria que voce é quem desejo.
se pudesse ter uma única chance de olhar, olharia seu sorriso...
se pudesse correr em alguma direçao, escolheria seu caminho...
se pudesse falaria mil vezes que errei, por achar que você amava tudo isto.

4 comentários:

NUAH - ROUPAS E ACESSÓRIOS disse...

OLÁ, ESTOU ENTRANDO EM CONTATO POR CAUSA DE SEU COMENTÁRIO EM UM PRODUTO MEU: UMA SAIA INDIANA...
ELA JÁ FOI VENDIDA, ESQUECI DE MARCAR COMO TAL. ENTÃO LHE PERGUNTO: TENS INTERESSE EM ALGUM OUTRO PRODUTO???
VOU VERIFICAR SE ENCONTRO OUTRA SAIA NO ESTILO PRA TI, OK???
SUPER ABRAÇO, SEL.

João Carlos Freitas disse...

Ofereço uma pequena surpresa no meu blog para você companheira (o Selo -Prêmio Dardos-)... É simples -calculando o valor estimável que possuis- mas é de todo coração... Um Feliz Natal... Abraços!

João Carlos Freitas disse...

Sol, deixei outro selo-prêmio no meu blog p vc...

Beijo no coração!

eneas disse...

sonhei com você e li coisas lindas!
eneas

ps. preciso te encontrar

PARADA CARDÍACA


Essa minha secura
essa falta de sentimento
não tem ninguém que segure,
vem de dentro.

Vem da zona escura
donde vem o que sinto.
Sinto muito,
sentir é muito lento.

Paulo Leminski


Quem sou eu

RAZÃO DE SER Escrevo. E pronto. Escrevo porque preciso, preciso porque estou tonto. Ninguém tem nada com isso. Escrevo porque amanhece, E as estrelas lá no céu Lembram letras no papel, Quando o poema me anoitece. A aranha tece teias. O peixe beija e morde o que vê. Eu escrevo apenas. Tem que ter por quê? Paulo Leminski